Tag Archive: código livre


Semestre “terminado” (entre aspas por existirem ainda as benditas provas da CISCO na fila, aguardando por processamento ;-)), e vamos dar início a meia-maratona de informações que, felizmente, para uns ou, infelizmente, para outros, será dominada pelas tecnologias livres e de código aberto.

Nos próximos dias serão apresentados temas relactivos  a três importantes áreas das tecnologias de informação, sendo o desenvolvimento de software, a administração de sistemas e a administração de base de dados.

Como aperitivo, começo hoje por apresentar o conceito de LAMP. LAMP é um acrônimo para um conjunto de soluções de software livre, formado pelas primeiras letras de Linux (sistema operativo), Apache HTTP Server, MySQL (software de banco de dados relacional) e PHP (linguagem de programação interpretada), juntos contituem os principais componentes para implementação de um servidor web robusto.

O conjunto de software incluso no pacote LAMP pode variar, especialmente no que diz respeito à linguagem de programação, podendo ser substituida por Java, Python, Perl, entre outras. Existem ainda termos similares para descrever o conjunto de softwares “AMP” em execução em outros sistemas operativos, tais como o MS Windows  (WAMP),  Mac OS  (MAMP),  Solaris  (SAMP), ou OpenBSD  (OPAMP).

Esta combinação de software tornou-se popular porque é gratuita, de código aberto e, portanto, facilmente adaptável, e por causa da omnipresença de seus componentes que são empacotados com a mais actuais distribuições Linux.

Fonte: Wikipedia (adaptado)

linuxpen1

Por estarmos em plena era da portabilidade, já é possível arrancar um Sistema Operativo ou um qualquer software, a partir de uma pendrive e a partir de qualquer máquina que tenha portas USB.

Com o UNetbootin a sua distro do Linux fica habilitada a correr a partir da sua pendrive, pois esse software tem a capacidade de criar Live USB drive para uma vasta gama de distribuições de Linux sem que seja nessário gravares em CD. Por tratar-se de uma memória flash poderão efectuar-se processos de gravações, o que não é possível nos Live CD.

NOTA: Mesmo após o processo de configuração a pendrive pode ser usada para armazenamento de qualquer ficheiros, ou seja, pode usá-la normalmente! 

  • Como usar UNetbootin para criar um Linux Live USB Drive

 

UNetbootin apresenta três opções de aquisição da imagem do Linux que estamos interessados em instalar, sendo:

  1. Por download automático da imagem de CD da distribuição;
  2. Usando uma imagem de CD existente no nosso computador;
  3. A partir de ficheiros Kernel/initrd modificados.

linuxpendesc

 

Nesse post, em ambiente windows,  irei exemplificar usando a opção 2. 

Passos:

  1. Download UNetbootin para Windows;
  2. Baixe a sua distribuição favorita do Linux;
  3. Duplo clique no Executável do UNetBootin para iniciar o programa;
  4. (1) Clique em Imagem radio button; (2) Seleccione o ficheiro de imagem do Linux; (3) Activa a checkbox para visualizar todos os dispositivos; (4) Selecione o dispositivo de destino (pendrive ou HD usb); (5) Clique em OK;

    linuxpendesc2

  5. Quando o processo terminar, clique em Reiniciar Agora;

    linuxpen2

  6. Altere a BIOS do sistema ou o Menu de Arranque para que faça o arranque a partir do USB Device (USB Boot),  e somente aguarde que o seu Live USB Linux arranque.

Momentos finais do semestre, em um turbilhão de projectos, não é que surge essa jóia das piadas técnicas! Acho que valeu pela criatividade!!! lol

Liberado o código fonte do Windows Vista! 😉 

codigo-windows-vista