Category: Recomendo


2016-08-14-17.04.55.png.png

“Learn Playing. Play Learning” é o slogan da SoloLearn, empresa que disponibiliza gratuitamente um conjunto de jogos interactivos e didáticos para quem deseja aprender a codificar, preenchendo assim de forma diferente os seus momentos de descontração e entrando no ritmo desafiante que qualquer jogo proporciona.

Usando também o paradigma de Comunidades, os alunos/jogadores têm a oportunidade de interagirem com outros membros por meio de duelos e outras actividades interessantes.

Cursos disponíveis para Android, iOS e Windows. Clique aqui para teres acesso à lista completa.

Escolha o de teu interesse, desafia-te tal como estou a fazer com o Learn Pyton, e diga-me o que achas da experiência de aprendizado!

TedxLuanda1

Com o post acima, marquei o final de um dia que se revelou uma autêntica maratona intelectual e motivacional.

Entre os distintos oradores do TEDxLuanda 2013, que partilharam visões e relatos de experiências de vida reflectindo a criatividade, perseverança, humanismo, sucesso, bom senso, rigor profissional,  com algumas pitadas de loucura e humor, houve quem realmente soube cativar e envolver com a sua retórica os presentes ao evento.

E como espírito é mesmo o da partilha, e aproveitando que já estão disponíveis todos os vídeos, publicarei as apresentações que considerei marcantes, começando pela de  Miguel Gonçalves que falando do seu trabalho, soube também revelar verdades e passar orientações para os Candidatos ao Mercado de Trabalho, na perspectiva das escolhas convenientes, estratégias delineadas, metas a alcançarem-se e desafios a serem ultrapassados.

Deliciem-se pois valerá a pena!!! 😉



Olhando as notificações do facebook, acabei sendo brindado por este vídeo inspirador postado pelo meu amigo Telmo com a seguinte descrição:

Te atreves a sonhar? Do you dare to dream?
E mais um video que todo mudo deveria ver pelo menos … uma vez

E realmente considero-o valioso e encorajador para os que se encontram na incerteza da tomada de decisão sobre o caminho a tomarem na construção do seu futuro.

Toca lá dar uma olhada! 🙂

 

baker

Tal como esperado, estão novamente abertas as inscrições para o concurso de bolsas internas 2013 do Programa Baker Hughes em Angola. O prazo final para as inscrições está agendado para o dia 15 de Março de 2013. Mais informações estão disponíveis na Página Oficial do Programa.

O concurso está aberto para candidatos actualmente inscritos em um curso de Licenciatura em Engenharia, (Geo)Ciências, Petroquímica, ou área relacionada, e Gestão em uma universidade em Angola.

Na qualidade de um dos produtos deste programa, timbrado pela transparência, organização e real valorização da excelência académica, eu só tenho a dizer que vale a pena! Desejo boa sorte aos interessados! 😉

PS.: Cumpram com toda documentação exigida (que não é pouca)!!!

.

Pois é pessoal, a ShadowSEC, empresa que actua nas áreas da Formação e Eventos, estará novamente em Angola para uma Sessão de Formação em Gestão da Segurança da Informação.

O evento a ser realizado entre os dias 26 à 30 de Novembro no Hotel Skyna,  terá como objectivo principal preparar Consultores de Tecnologia da Informação a lidarem com o dia-a-dia da área de Gestão de Segurança da Informação, principalmente com os aspectos processuais e auditorias que ocupam grande parte do tempo de um profissional de SGSI.

Para Ralf Braga, CEO da ShadowSEC, “É essencial que as empresas tenham conhecimento da importância da Segurança da Informação para a continuidade e evolução dos negócios, não só ao nível das falhas de Segurança, como ao nível da Legislação ou obrigatoriedade de negócio”.

Com este intuito, o público alvo abrange Gestores de Segurança da Informação, Compliance, Gestores de Continuidade de Negócio, Gestores de Risco, Analistas e Gestores de Rede, Gestores de TI e Analistas de Segurança da Informação.

Para Inscrições  e Informações adicionais foi disponibilizado o Terminal Telefónico (+244) 923 090 033.

Pessoalmente, espero que esta iniciativa transforme-se num real contributo para o sector, agregando valor aos profissionais que exercem esta actividade. Bem haja!

Confira o Folheto Informativo!

.

Foco!

Foco!

Saiba mais sobre o evento e adquira a apresentação de Robert Silver, Disaster Recover Awareness, acessando ao site oficial do CAST.

Poderá também ver as fotos na página da comunidade no Facebook.

Será hoje, quinta-feira 25 de Outubro, das 18h30 às 20h00, que irá decorrer o 4.º Encontro CAST para todos os profissionais e entusiastas das Tecnologias de Informação, em especial para os que se cativam pelos assuntos que envolvem questões sobre Segurança.

Tal como anunciado no e-mail informativo, estará presente como convidado especial ROB SILVER | www.robsilver.org, especialista em soluções Microsoft, certificado MCM (Microsoft Certified Master) com experiência comprovada na área de consultoria pela África e pelo mundo.

  • E o que fazer quando o sistema de e-mais deixa de funcionar?
  • Os servidores criticos simplemente deixaram de responder?
  • Falhas criticas no Sistema Operativo?
  • Sistemas em produção vitimas de ataque?
  • Desastre proclamado incluindo os sistemas que estão sobre a sua alçada?

Idealizou-se uma palestra repleta de surpresas sobre DISASTER RECOVERY!

Valerá a pena comparecer, estamos confiantes que o seu sistema não vai apresentar problemas enquanto estivermos na apresentação. 🙂

Local: Integrated Solutions, Bairro Azul. Clique para conhecer o local

Para mais informações, é só colocar a duvidas pelo email info@cast.co.ao.

A PARTICIPAÇÃO É TOTALMENTE GRATIS!

CAST Team

P.S: Coffee Break por conta da casa, uma oferta da Integrated Solutions!

Enquanto “passeava” pelo DZone, um dos locais favoritos para muitos desenvolvedores e arquitectos de software, a minha curiosidade foi atiçada pelo seguinte anúncio:

Imagem

Apesar do “FREE” ser muito pequeno para deixar aliviado o meu bolso, e de também eu ser um utilizador treinado a não clicar em anúncios “dóceis”, :-), resolvi dar uma espreitadela para matar a curiosidade.

E, como felizmente não sou o gato da história pois a curiosidade não me matou, 🙂 , acabei achando mais um excelente bebedouro de conhecimento denominado Refcardz, onde encontra-se uma série de tutoriais escritos por especialistas líderes da indústria com o objectivo de ajudarem a manter os profissionais da área de engenharia de software actualizados sobre os mais recentes tópicos tecnológicos.

Considero um local de visita obrigatória, não só pela rica qualidade do material à nossa disposição, que até são graficamente apelativos, bem como o pelo vasto universo de tópicos abrangidos. Enjoy It!

Infelizmente, do meu parco conhecimento das línguas nacionais angolana, somente sei o significado de alguns termos que, no dia-a-dia, são misturados com a nossa língua oficial, e criam aquele toque único no falar dos angolanos. Um desses termos é o “Kota”, que na língua Kimbundo, significa “mais velho”.

Deste modo, neste post apresento algumas dicas e sugestões retiradas, e ligeiramente adaptadas, do excelente site Peopleware, que se propõem serem úteis para quem ensina os mais velhos a usarem computadores e a navegarem na internet.

Dica 1

A primeira vez que estiver a ensinar alguém a lidar com o computador (e aqui não se englobam só as pessoas mais velhas mas também aquelas que dizem “não percebo nada de computadores”), é importante que se ensine o mais básico e mais fácil de executar, sem se utilizar linguagem “técnica”, mas sim linguagem acessível. Há que ter em conta que, a pessoa que está a ser ensinada pode nunca ter tido a oportunidade de mexer num teclado, e não sabe o que é “enter”, “espaço” ou “delete”, entre outros. É importante informar e esclarecer tudo à pessoa, dando informações do género “Um computador funciona assim…, liga-se/desliga-se desta forma…”. Caso seja necessário, e para a pessoa poder praticar em casa, pode sempre ir tomando notas do que lhe é ensinado.

Dica 2

Para muitos de nós, os atalhos no teclado são geniais. Mas decerto que quando nos iniciámos na informática, também aprendemos uma coisa de cada vez. Por isso também se aconselha a, quando ensinarmos as pessoas mais velhas (e aqui temos que ter em atenção alguns problemas de memória que possam existir), se utilize o rato para as operações, e não os atalhos do teclado, pois podem ser mais confusos e desmotivar à aprendizagem.

Dica 3

Esta terceira dica dedica-se à prática de digitação. Isto é, nós sabemos que, se hoje escrevemos rápido no computador, isso deve-se aos muitos anos e prática que nele temos. Pois, ao ensinarmos pela primeira vez alguém, essa pessoa estará, durante alguns minutos, a escrever uma frase ou até 2/3 letras, isto porque nunca passou pela experiência. Desta formam quando estivermos a ensinar uma pessoa mais velha, ou mesmo de outra idade, devemos desafiá-la a praticar a digitação, isto é, a escrever uma frase ou duas por dia. Não devemos esquecer (pois podem haver problemas de acuidade visual), de colocar fontes grandes e o texto sempre visível, para motivar e promover à continuação da prática.

Dica 4

Depois das dicas mais básicas, chega a hora de entrar na Internet, e explicar o que é esse Mundo completamente diferente. Nesta fase pode-se começar por indicar como entrar na Internet (indicar o Icon, por exemplo), e, uma vez a navegar, mostrar alguns sites úteis (também adequados aos interesses da pessoa que está a ser ensinada), como por exemplo, sites de informação, entretenimento, desporto, culinária, pesquisa! Mas, de forma geral, é importante informar o que é a Internet, e de que forma é que, esta rede funciona.

Dica 5

Apesar de ser a última, esta dica não deixa de ser muito importante. Aconselha-se a que, quando se dedicar a ensinar alguém mais velho a lidar com computadores e Internet, os incentive à prática. É errado pensar-se que uma vez aprendido, nunca se esquece, pois com os computadores não é assim. É necessário praticar-se para se saber e não se esquecer. Então é importante que, em tempos livres, lhes peça para irem explorando coisas no computador. A instalação de serviços de conversação é também um grande motivador para passarem mais tempo no computador e irem percebendo mais a dinâmica deste.

Fonte dicas: Peopleware

%d bloggers like this: