Spring-Security-logo

… surge mais um “bug-manhoso“! – categoria de bugs em que incluo também os famigerados ponto e vírgulas e outros elementos “insignificantes” que dão-nos algumas dores de cabeça quando esquecidos algures no emaranhado de códigos.

Neste cenário, o nosso “bug-manhoso” é alimentado pelo Mau Mapeamento das Portas no ficheiro de configuração do applicationContext.xml, impossibilitando o correcto funcionamento da framework de segurança Spring Security 3.1.4 em uso numa aplicação web Java.

Este problema é impulsionado pelo facto de que com alguma frequência  nos  desleixamos e confiamos nas configurações default que acompanham muitos dos  recursos usados nos nossos ambientes.

Server Tree

A configuração em questão é a do servidor de aplicação Glassfish que corre por default nas portas 8080 e 8181 (http e https, respectivamente). Quando os condicionalismos obrigam, o funcionamento em simultâneo de vários servidores só é possível efectuando a alteração das portas default, usando por exemplo as portas 14798 e 14799.

Caso esta alteração não seja acompanhada das devidas alterações subsequentes, poderá provocar um mau funcionamento do Spring Security.

Em dias de sorte, esta falha é alertada pela exibição da mensagem no browser: “Está página Web tem um ciclo de redireccionamento“, com o código de erro: ERR_TOO_MANY_REDIRECTS.

1

Podendo também ser menos explícita tal como apresentado no screenshot abaixo, lançando a excepção com.sun.faces.context.FacesFileNotFoundException e duplicando o nome do sistema na URL.

main

Como Resolução, deve-se alterar as definições de mapeamento de portas no ficheiro applicationContext.xml actualizando para os novos valores dos atributos http e https da tag port-mapping.

applicationContext

portas

Anúncios