photo

 

Está Ficando Cada Vez Mais Sério!

Este é um daqueles assuntos que só damos importância quando sentimos na pele os seus efeitos, porém tal atitude coloca em causa a nossa capacidade de raciocínio lógico, a capacidade que nos define como seres racionais.

Ao procurarmos a solução de um problema quando dispomos de dados como um ponto de partida e temos um objectivo a estimularmos, mas não sabemos como chegar a esse objectivo temos um problema. Mas se depois de examinarmos os dados chegamos a uma conclusão que aceitamos como certa, concluímos que estivemos raciocinando. Se a conclusão decorre dos dados, o raciocínio é dito lógico.

Pois é, se pararmos e analisarmos o conceito de Raciocínio Lógico, facilmente tomamos um susto porque, tal como em um diagnóstico médico, os nossos comportamentos podem indicar que algo de tão grave está a acontecer em nossas consciências.

O Problema? Aquecimento Global! Caracterizado pelo aumento da temperatura média dos oceanos e do ar perto da superfície da Terra, este fenómeno tem como principal agente causador o homem, que “hipnotizado” por alguns dos seus feitos e obras se tem desleixado com o impacto ambiental de seus actos.

O Dados? Há anos que deixaram de ser simples projecções estatísticas e passaram a protagonistas de inúmeros episódios climáticos, e dispondo de muito tempo de antena e cobertura, tornaram-se verdadeiras estrelas dos canais noticiosos.

Elevadas ondas de calor,  chuvas de proporções bíblicas, avanço da desertificação dia após dia, fortes furacões causando mortes e destruições em várias regiões e o degelo nas zonas polares, ocasionando o avanço dos oceanos sobre cidades do litoral, são alguns dos vilões nesta trama ecológica.

A Solução? A resposta pode ser dada pensado em quem detém o poder na tomada das decisões que podem até mover montanhas, os tais que sentados em “mesas redondas” vão superando às leis da física, e fazem o mundo girar ao seu belo prazer. Contudo, não esperando as directrizes das instâncias superiores, podemos com pequenos gestos colaborar para a alteração do estado actual do clima planetário.

Só não vê quem quer, preferindo desfrutar da felicidade que a ignorância, na sua inocência, nos proporciona. Mas se não quer que os belos pássaros assem enquanto exercitam os seus acordes naturais, ou se não quer passar a ir visitar o seu amor a nado, o melhor mesmo é tentar aplicar algumas das dicas que apresento a seguir:

1. Troque suas lâmpadas incandescentes por fluorescentes
Lâmpadas fluorescentes gastam 60% menos energia que uma incandescente. Assim, você economizará 136 quilos de gás carbónico anualmente.

2. Limpe ou troque os filtros o seu ar condicionado
Um ar condicionado sujo representa 158 quilos de gás carbónico a mais na atmosfera por ano.

3. Escolha electrodomésticos de baixo consumo energético
Procure por aparelhos com o selo Energy Star

4. Não deixe seus aparelhos em standby

Simplesmente desligue ou tire da tomada quando não estiver usando um electrodoméstico. A função de standby de um aparelho usa cerca de 15% a 40% da energia consumida quando ele está em uso

5. Mude sua geleira de lugar
Ao colocá-las próximas ao fogão, elas utilizam muito mais energia para compensar o ganho de temperatura. Colocar roupas e ténis para secar atrás deles então, nem pensar!

6. Descongele geleiras antigas… se é que você ainda tem um!
Se for o caso, considere trocar de aparelho. Os novos modelos consomem até metade da energia dos modelos mais antigos, o que subsidia o valor do electrodoméstico a médio/longo prazo

7. Feche suas panelas enquanto cozinha
Simples, não? Ao fazer isso você aproveita o calor que simplesmente se perderia no ar. Já as panelas de pressão economizam cerca de 70% do gás utilizado!

8. Use a máquina de lavar roupas/louça só quando estiverem cheias
Caso você realmente precise usá-las com metade da capacidade, seleccione os modos de menor consumo de água. Se você usa lava-louças, não é necessário usar água quente para pratos e talheres pouco sujos. Só o detergente já resolve

9. Tome banho de chuveiro
E de preferência, rápido. Um banho de banheira consome até quatro vezes mais energia e água que um chuveiro

10. Use menos água quente
Aquecer água consome muita energia. Para lavar a louça ou as roupas, prefira usar água morna ou fria

Pense Verde, Proteja o Planeta!

PS.: A excepção do conceito de Raciocínio Lógico e das 10 Dicas,  todo o resto provém de “relatórios” resultantes de minhas criteriosas observações munido com a minha magnífica lupa. 😉

Anúncios