Mandriva

O grupo romeno de software “Mandriva” promete lançar no próximo ano 10 mil computadores para as escolas angolanas, anunciou hoje, sexta-feira, em Luanda, o presidente da organização, François Bancilhon.

O facto foi anunciado a saída da audiência que lhe foi concedida pelo primeiro-ministro angolano, Fernando da Piedade Dias dos Santos.

François Bancilhon informou que os computadores estarão disponíveis a preços acessíveis e terão um software desenvolvido por quadros angolanos, que se designará “angolinux”.

Por sua vez, o presidente do conselho de pesquisa das universidades da Roménia, Ioan Dumitrache, também presente na audiência com o primeiro-ministro, manifestou o interesse em cooperar com as autoridades angolanas na formação de quadros.

Ioan Dumitrache sublinhou haver já uma tradição na formação de quadros angolanos, pelo que estuda com as autoridades de Angola a possibilidade de continuar a forma-los nos domínios de informática e tecnologias de informação.

As duas individualidades ligadas à informática e tecnologias da informação da República da Roménia participam em Luanda, desde quarta-feira, no II fórum das tecnologias de informação que encerra hoje.

fonte: Angop

Anúncios